Quer abrir uma loja virtual?

O valor das redes sociais mais usadas no Brasil

O valor das redes sociais mais usadas no Brasil

Aproveitar o potencial das redes sociais é muito importante para os empreendedores, mas isso deve ocorrer sem que elas acabem tomando muito tempo, recursos ou energia.

A solução é traçar uma estratégia bem elaborada, que economiza seu tempo ao passo que alcança resultados. Pensando nas redes sociais mais usadas no Brasil, podemos focar em como priorizá-las e aproveitar suas particularidades para alcançar seus objetivos.



As opções são tantas que há o risco de acabar não acertando a abordagem em nenhuma rede caso se use a mesma para todas.

Temos Whatsapp, Facebook, Instagram, X, TikTok e tantas mais, mas cada uma tem suas características únicas, além de recursos diferenciados.

O que acontece é que muita gente comete o erro de querer estar em todas as redes ao mesmo tempo, e acaba não conseguindo administrar a carga de trabalho, ou mesmo compreender os recursos e funcionalidades de cada uma. Para evitar que isso ocorra, recomendamos que você foque em duas coisas antes de delinear suas estratégias:

  1. Cada rede social tem suas vantagens e especificidades. Portanto, é preciso analisar quais funcionam melhor para você antes de dedicar seu tempo, seus recursos e seus esforços.

  2. Não há como ter uma abordagem única que funcione em todas as plataformas, e ninguém quer passar o dia inteiro administrando milhões de redes sociais quando empreendedores já têm tanta coisa para cuidar. Saber administrar bem o tempo é crucial para se conseguir êxito nos negócios.

A primeira coisa a fazer é descobrir onde está seu público-alvo. Isso é feito observando características como localização, faixa etária, preferências, atividades e presença na internet. 

Com estas informações em mãos, fica mais fácil descobrir em quais redes sociais vale a pena investir sua dedicação. Depois, observe as redes do seu interesse e determine quais são os pontos positivos e negativos de cada uma.

Vamos abordar algumas das mais conhecidas, mas lembre-se de que as menos populares podem também ser benéficas para os seus negócios, especialmente se o público interessado no seu nicho tiver mais presença nela, ou se forem mais voltadas para algo relacionado com suas atividades.

📄 As redes sociais já fazem parte do cotidiano. Por este motivo, leia mais artigos sobre elas, já que assunto não falta (e oportunidades também não!).

Facebook ― perfis de negócios e anúncios patrocinados

No Facebook, são muitos os recursos disponíveis, como loja, avaliações e as mensagens, muito usadas como canais de atendimento, além de ser uma das redes sociais mais utilizadas pelos brasileiros.

Tudo isso parece muito bom, mas a desvantagem é que quem não paga por exposição acaba não alcançando seus seguidores, mesmo que eles tenham curtido sua página.

Mas a plataforma continua como um dos principais canais para quem deseja anunciar nas redes sociais. Utilizando dados demográficos sobre o seu público, coletados e detidos pela plataforma, pode-se disparar anúncios para os segmentos mais relevantes dos usuários. Assim, você concentra seus esforços em quem tem maior chance de se interessar por seus produtos ou serviços.

Mas, antes de sair criando anúncios, leia mais sobre publicidade digital e os erros mais cometidos por quem anuncia no Facebook.

📄 Para tentar conseguir exposição gratuita, é legal focar em conteúdos com potencial de gerar engajamento e diálogo.

Instagram ― seguidores, influenciadores e publicidade orgânica

Já no Instagram, é perfeitamente possível promover sua marca e conquistar clientes sem ter que pôr a mão no bolso e pagar por anúncios, embora esta opção também exista.

Outra alternativa muito usada na rede é o marketing dos influenciadores, que podem mencionar, promover ou avaliar sua marca para seus seguidores. 

Outro fator importante é lembrar que as pessoas que usam o Instagram tendem a ser mais jovens do que a maioria dos usuários do Facebook. Sendo assim, seu êxito neste canal pode depender da faixa etária da sua clientela em potencial.

Adicionar hashtags nas suas imagens ou vídeos curtos no Instagram ajuda a direcionar seu conteúdo para o público mais relevante, ao facilitar a busca e exibição por termos relacionados. Além disso, você pode apostar nas chamadas lives ou Stories. Seus vídeos e fotos publicados neste modo desaparecem após 24 horas. 

Assim, é legal compartilhar momentos ao vivo com seus seguidores, envolvendo-os num diálogo constante com sua marca. De modo geral, os stories trazem registros mais casuais e informais, permitem o teste de ideias e fazem com que as pessoas se sintam mais próximas de você, participando da sua história.

X (antigo Twitter) ― networking, notícias, discussões e opiniões

Hoje chamada de X, mas ainda conhecida como Twitter, esta rede social se tornou extremamente popular ao proporcionar uma plataforma para que pessoas de todo o mundo pudessem interagir e trocar opiniões. Famoso por seus textos curtos, o canal não é tão usado para fins comerciais e fortalecimento dos negócios, mas pode ser um meio interessante para demonstrar toda a personalidade da sua marca.

Lá, marqueteiros também podem fazer networking com outras marcas, representantes da imprensa e encontrar parcerias. Sem contar que é possível usá-lo como canal de atendimento e comunicação com clientes ou clientes em potencial. Caso seus negócios possam aproveitar o burburinho das novidades, notícias e últimos acontecimentos, pode ser bem proveitoso usar esta rede social para manter seu público informado sobre tudo que é relevante na sua área de atuação.

WhatsApp ― o queridinho do brasileiro permite compras no app

Todo mundo sabe que osbrasileiros passam grande parte do dia no WhatsApp. Ele é usado para trabalho, comunicação com amigos e familiares, compartilhamento de conteúdo, além de marketing e compras. 

Outra utilização muito comum é o atendimento ao cliente, para o qual é ideal ter uma conta no Whatsapp Business. Ele se integra com outras redes sociais, facilitando as vendas, a comunicação e a solução de dúvidas. 

Como a população geral o usa, você alcança todos os segmentos, mas é importante manter a confiança dos clientes, sem o envio de mensagens excessivas e indesejadas, que podem resultar em bloqueio ou denúncia. Outra vantagem é que ele permite ligações, vídeos, troca de arquivos e pagamentos diretamente dentro do aplicativo. No Brasil, é uma das redes mais usadas por microempreendedores para realizar vendas, informar clientes sobre seus produtos e realizar todo o tipo de atendimento.

LinkedIn ― comunicação de profissionais para profissionais

É no LinkedIn que profissionais se conectam, fazem networking, encontram oportunidades e vagas de trabalho. Suponha que você atua num nicho para determinada profissão, ou vende produtos e serviços para empresas. Neste caso, esta rede social pode ser do seu interesse.

Se você procura contratar, atuar como autônomo, prestar serviços, estabelecer parcerias ou vender para pessoas jurídicas, as possibilidades de desenvolvimento de negócios são muito amplas aqui.

Para tanto, você precisa ter um perfil pessoal bem caprichado, ressaltando seus conhecimentos, habilidades, experiência e formação. Assim, as pessoas sabem que podem confiar em você e nos seus negócios.

Dicas gerais adicionais para conseguir sucesso nas redes sociais

  • É sempre uma boa ideia experimentar diferentes canais de marketing e ver o que melhor funciona no seu caso. Se você escreve bem, pense em abrir um blog, se sabe editar vídeos e tem boa oratória, o YouTube é uma ótima pedida. O marketing de conteúdo é aquele no qual você cria conteúdo que informa, educa e dialoga com o público, ao mesmo tempo em que promove seus serviços, produtos ou marcas.
  • Não desperdice todo seu tempo atirando para todo lado, o ideal é testar uma ou duas plataformas de cada vez, no máximo. Lembre-se de que é melhor ter uma presença forte numa rede do que presenças fracas em várias redes.
  • Seu perfil é seu cartão de visita. Já diz o ditado que a primeira impressão é a que fica. Portanto, cuide bem dos seus perfis nas redes sociais, garantindo que contenham todas as informações essenciais sobre sua marca, contato e compra. É importante tentar manter seu nome e identidade visual unificados em todas as redes, permitindo o reconhecimento rápido, sem jamais esquecer o link que leva até sua loja ou site. Na descrição, seja objetivo e informativo. Pense nela como uma versão digital de quando você conhece alguém pela primeira vez e se apresenta. Capriche na foto de perfil, nos elementos visuais e verifique a ortografia dos seus textos. 

Mas lembre-se de que as redes sociais não fazem milagres e precisam ser usadas em conjunto com uma estratégia de marketing mais ampla, cheia de conteúdo interessante.

Tópicos:

Quer abrir uma loja virtual?